Republicanos

Monday, December 11, 2006

A revolução do 5 de outubro

No dia 2 de Outubro, Cândido dos Reis realizou uma reunião com os revolucionários. Planearam que a tentativa de revolução ficaria para a noite seguinte. Logo a seguir outra reunião (sem o directório) preocupava – se com o falecimento de Miguel bombardos, que possuía informações prodigiosas. Durante a Madrugada os soldados foram avisados que algo podia acontecer. Ficaram atentos e á uma da manhã os revolucionários atacaram, não correu com planeado. Mas ao ver a porta principal sem guardas, Sá Cardoso arrombou a porta e assumiu o comando. Dividiu o exército em duas filas. Uma encontrou – se com os guardas e ao retirar-se com Afonso pala e o seu exercito que teve que retirar – se e fazer resistência na Rotunda. Não se deram por vencidos e depois de muita luta venceram os revolucionários que depois fugiram no “ Adamastor” e no “ S. Rafael “
De manhã as forças monárquicas atacaram a rotunda mas, sem sucesso pois Sá Cardoso conseguiu retirar as tropas. Soubesse que Houve suicídio de Cândido dos reis.
Entretanto os navios "Adamastor" e "S. Rafael" bombardeiam as Necessidades, chegando a destruir com um tiro o Pavilhão Real. Assustada a Família Real foge para Mafra. Os mesmos barcos vão encurralar as forças leais no Rossio.
As tropas reuniram-se no jardim de Torel de onde podiam atacar a Rotunda. Contudo as tropas do rei tinham poucas munições e soldados. Tiveram que se render pois não aguentavam muito mais.


A república foi proclamada na câmara municipal de Lisboa. O dia foi tão comemorado que foi declarado feriado.
O último Rei foi Manuel II que fugiu para Inglaterra e lá viveu escondido com a sua família.
O primeiro presidente foi Teófilo Braga mas só provisoriamente pois houve eleições e o presidente foi declarado Manuel de Arriaga.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home